Publicidade

Little Richard, a lenda do rock que partiu aos 87 anos

Eleito como 8º maior artista de todos os tempos, Richard Wayne Penniman, morreu este sábado 9 de Maio na cidade de Nashville nos EUA.

A morte do cantor mais conhecido por Little Richard, nascido no dia 5 de Dezembro de 1932, em Macon na cidade de Geórgia nos EUA, foi confirmada pelo seu único filho, Danny Penniman à revista “Rolling Stone”.

Publicidade

Vítima de cancro ósseo, o consagrado músico foi responsável pelo desenvolvimento e aceitação do estilo rock n’ roll, após lançar numa época racista nos EUA o famoso clássico “Tutti Frutti” em 1950, tendo contribuído bastante na revolução cultural e comportamental do seu país.

Terceiro filho dos 12 irmãos, o compositor cresceu numa família cristã e aprendeu cantar, tocar saxofone e piano na adolescência porque era comum em casa, mais tarde ficou desinteressado pela escola e começou actuar em várias bandas, como consequência foi expulso de casa pelo pai por se desviar dos princípios cristãs.

Pelos vistos o falecido era insurreto pois várias vezes foi castigado pelo pai por usar vestidos da sua mãe, ups!

Ficámos a saber que afinal de contas o pianista identificava-se como gay, bissexual e pan-sexual, nos bastidores, e quando actuava nos bares apresentava-se como Anabela.

Em 1951 gravou o seu primeiro disco com a banda de Wright, mais tarde lançou o primeiro single de estilo blues “Every hour” e já era um sucesso na sua cidade natal.

Depois de um pouco de fama e com poucos discos vendidos, em 1952, Richard deu uma pausa na carreira para sustentar a família por causa do assassinato do seu pai. Como a vida é feita de altos e baixos, o astro chegou mesmo de lavar loiça no restaurante de uma estação de comboios na sua cidade.

Após cinco anos Little Richard abandonou o rock e abraçou a palavra de Deus, tornou-se pastor e cantor de música evangélica. Pouco tempo depois, aos 25 anos de idade, casou pela primeira vez com Ernestine Campbell e lançou seu primeiro álbum gospel “God is real“.

A carreira como gospel e o casamento como pastor durou apenas quatro anos.

Little Richard, a lenda do rock que partiu aos 87 anos

Aos 30 anos de idade, a lenda do rock voltou em grande aos palcos com os Rolling Stones e os Beatles, chegou de vender mais de 30 milhões de discos em todo o mundo e influenciou muitos músicos a nível mundial.

Richard afastou-se pela segunda vez do estilo do rock, abdicou da homossexualidade depois de se ter entregue às drogas, onde gastava mais de mil dólares por dia para sustentar o vício. A partir daí regressou ao cristianismo como evangelista, vendedor de bíblias e cantor.

Aos 47 anos lançou o álbum gospel “God’s beautiful city“, conquistou homenagens, prémios entre eles o Grammy, American Music Award, e filmes devido a sua brilhante trajectória.

Com 80 anos de idade aposentou-se por motivos de saúde até à sua morte, tendo abalado milhares de fãs e colegas nas redes sociais e em todo o mundo.

Descanse em paz Little Richard!

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Little Richard, a lenda do rock que partiu aos 87 anos
Publicidade
ZAP BOX HD PROMOÇÃO - Banner
Publicidade