Publicidade

Novo líder da AAL quer resgate das línguas Bantu

Bantu é a língua base de diversas línguas Africanas faladas por todo o continente.

Ano após ano, o Ministério da Cultura e várias instituições têm vindo a pedir a sua valorização e expansão e por isso algumas escolas e universidades têm vindo a implementar no seu plano curricular as línguas nacionais.

Publicidade

Nomeado recentemente como líder da Academia Angolana de Letras, o sociólogo Paulo de Carvalho avançou que o resgate das línguas Bantu está nas prioridades do seu mandato de três anos.

Na opinião do sucessor do escritor Boaventura Silva Cardoso, a juventude precisa de ter conhecimento da história das letras Angolanas, e a AAL está em melhores condições de transmitir este ‘’saber’’.

Com o objectivo de fomentar o estudo profundo dos factos culturais; a investigação da literatura angolana; e a relação entre a língua Portuguesa e as nacionais, a AAL defende que no Acordo Ortográfico que venha a vigorar no país, deve ser considerada a importância das línguas nacionais como factor de identidade, que este (o Acordo) seja um objecto de ampla discussão com concurso de todos os estados membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, em comunhão com as instituições de formação, de investigação e de promoção literária da lusofonia.

Fonte: Nova África

https://www.novafrica.co.ao/nacional/academia-de-letras-quer-resgate-das-linguas-bantu/

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Novo líder da AAL quer resgate das línguas Bantu
Publicidade
Publicidade