Publicidade

Top Leitura: “O Homem Mais Rico da Babilónia”

Publicidade

Trata-se de uma colectânea de parábolas escritas por George a partir de 1926 e distribuídas, sob a forma de panfletos, em bancos e companhias de seguro norte-americanas.

Top Leitura: “O Homem Mais Rico da Babilónia”

As parábolas são ambientadas na antiga Babilónia e trazem ensinamentos sobre assuntos financeiros: planeamento financeiro, a importância de se poupar, empréstimos, entre outros.

Publicidade

Considerado um dos melhores livros da área de finanças, “O Homem Mais Rico da Babilónia” alcançou excelentes vendas nos Estados Unidos e no Brasil.

Top Leitura: “O Homem Mais Rico da Babilónia”

Com mais de dois milhões de exemplares vendidos no mundo todo, o livro é um clássico sobre como multiplicar riqueza e solucionar problemas financeiros. Baseando-se nos segredos de sucesso dos antigos babilónicos, ― os habitantes da cidade mais rica e próspera do seu tempo ― George S. Clason mostra soluções ao mesmo tempo sábias e muito actuais para evitar a falta de dinheiro, como não desperdiçar recursos durante tempos de opulência, buscar conhecimento e informação em vez de apenas lucro, assegurar uma renda para o futuro, manter a pontualidade no pagamento de dívidas e, sobretudo, cultivar as próprias aptidões, tornando-se cada vez mais habilidoso e consciente.

Top Leitura: “O Homem Mais Rico da Babilónia”

Para este caminho de enriquecimento, o autor George Clason cria uma série de situações ilustrando como os homens mais ricos viviam e pensavam.

Top Leitura: “O Homem Mais Rico da Babilónia”

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Top Leitura: “O Homem Mais Rico da Babilónia”
Publicidade
Publicidade