Publicidade

Filme angolano vence prémio de melhor longa-metragem no Egipto

Publicidade

Trata-se do “Ar Condicionado”, uma longa-metragem de ficção, do realizador angolano Fradique, que foi eleita a vencedora do prémio do júri da 10ª edição do Luxor African Film Festival, realizado no Cairo, Egipto, recentemente.

A produção da longa conseguiu conquistar o júri desta edição, devido a ousadia e criatividade do filme.

Publicidade
Filme angolano vence prémio de melhor longa-metragem no Egipto

Organizado pela Independentes Artistas Youth Foundation, o festival, que decorreu de 25 a 31 de Março deste ano, foi presidido pelo roteirista egípcio Sayed Fouad, fundador do projecto, e teve o actor Mahmoud Hemeida como presidente honorário.

O realizador angolano Fradique assistiu a cerimónia via online.

Fradique, que é também roteirista, tem despontado como uma das vozes talentosas e expressivas do cinema contemporâneo angolano.

Filme angolano vence prémio de melhor longa-metragem no Egipto

Desta forma, “Ar Condicionado” é a primeira longa-metragem de Fradique, que teve a estreia mundial no Festival Internacional de Cinema de Roterdão, na Holanda, em 2020.

Actualmente o filme já foi exibido em 38 festivais, no Quénia, China, EUA, Índia, Espanha, Austrália e Lituânia.

Durante o mês de Abril, Ar Condicionado será exibido no New African Film Festival (Estados Unidos da América) e na 6 edição do Egbé – Mostra de Cinema Negro de Sergipe (Brasil).

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Filme angolano vence prémio de melhor longa-metragem no Egipto
Publicidade
Publicidade