Publicidade

Jamie Foxx: antes de tudo, um músico

Publicidade

Entre várias coisas associadas ao seu nome, o que não pode com certeza passar despercebido ou faltar é o facto de ser um rapper.

Jamie Foxx: antes de tudo, um músico

Sim, Jamie Foxx é também um cantor e compositor, começou a sua carreira muito cedo, tocava piano e chegou a ter aulas de piano clássico enquanto estava na faculdade.

Publicidade

Em 1994, Foxx lançou o seu primeiro álbum, pela Fox. O álbum chamava-se “Peep This”, todavia obteve um sucesso apenas razoável.

Em 2001, apresentou o Video Music Awards da MTV. O cantor assinou com a Arista Records, pertencente ao grupo Sony BMG.

A sua carreira musical recomeçou de forma chamativa em 2004, quando participou da música “Slow Jamz”, do rapper Twista, contando também com a participação de Kanye West.

Nessa altura, a música alcançou o primeiro lugar na lista de singles Norte-Americanos da Billboard Hot 100, e terceiro lugar na lista do Reino Unido.

Foxx colaboraria com Kanye West uma segunda vez, na música “Gold Digger”, dessa vez inspirado na forma como Ray Charles cantava.

A música foi directamente para o primeiro lugar do Top 100 da Billboard e permaneceu nessa posição por 10 semanas seguidas.

Em 2005, nos Grammies, Foxx cantou, junto de Alicia Keys e Quincy Jones, “Georgia on My Mind”, como tributo a Ray Charles.

No ano seguinte, seria indicado a “Melhor Performance Masculina de R&B”, por “Creepin”.

“Unpredictable” é o segundo álbum de estúdio de Jamie Foxx, chegou a vender mais de 598 000 cópias na sua primeira semana. Um pouco de tudo, é assim que é tratado Jamie Foxx, lembrando que é, além de músico, actor, guinista, produtor de cinema e comediante.

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Jamie Foxx: antes de tudo, um músico
Publicidade
Publicidade