Publicidade

KANGUIMBU ANANAZ: “NÃO EXISTE UMA FITA MÉTRICA PARA MEDIR O COMPRIMENTO E A LARGURA DA DIMENSÃO DO MEU SENTIMENTO POÉTICO ENQUANTO AFRICANA”

Kanguimbu Ananaz, multifacetada figura da literatura e cultura angolana, escritora, poetisa, psicóloga, consultora, conferencista internacional e docente, é um verdadeiro ícone na promoção da identidade cultural africana. “África inspira-me,” afirma com convicção.

KANGUIMBU ANANAZ: “NÃO EXISTE UMA FITA MÉTRICA PARA MEDIR O COMPRIMENTO E A LARGURA DA DIMENSÃO DO MEU SENTIMENTO POÉTICO ENQUANTO AFRICANA”

Com 14 obras publicadas, incluindo estudos científicos como “Vendedores nas Ruas de Luanda” e “A Literatura Infantil Angolana, Pós-Independência”, Kanguimbu Ananaz dedica-se a explorar e documentar a rica tapeçaria cultural do seu país. Entre as suas contribuições mais notáveis destaca-se o estudo sobre a nacionalista e escritora Dra. Cremilda de Lima.

KANGUIMBU ANANAZ: “NÃO EXISTE UMA FITA MÉTRICA PARA MEDIR O COMPRIMENTO E A LARGURA DA DIMENSÃO DO MEU SENTIMENTO POÉTICO ENQUANTO AFRICANA”

Natural da província de Namibe, Kanguimbu cresceu envolta na espiritualidade e ancestralidade africanas, inspirada pelas paisagens ecológicas, a fauna, a flora, e a diversidade cultural do seu país. Este ambiente moldou profundamente a sua visão poética e literária. “O meio faz o homem e o homem faz o meio,” afirma, destacando a importância do contexto na formação do indivíduo e da sua obra.

KANGUIMBU ANANAZ: “NÃO EXISTE UMA FITA MÉTRICA PARA MEDIR O COMPRIMENTO E A LARGURA DA DIMENSÃO DO MEU SENTIMENTO POÉTICO ENQUANTO AFRICANA”

Para além da escrita, Kanguimbu desempenha um papel ativo na sociedade angolana. É madrinha da Biblioteca do Estabelecimento Prisional de Viana, onde orienta jovens e famílias em situações de dependência e desvio de comportamento. Como mentora do projeto de poesia “Pôr-do-Sol” e declamadora há mais de 20 anos, continua a promover a literatura e a poesia como ferramentas fundamentais para a educação e a identidade cultural.

KANGUIMBU ANANAZ: “NÃO EXISTE UMA FITA MÉTRICA PARA MEDIR O COMPRIMENTO E A LARGURA DA DIMENSÃO DO MEU SENTIMENTO POÉTICO ENQUANTO AFRICANA”

Também é parceira da Universidade de Playa Ancha na República do Chile, enquanto Conferencista. Tem duas obras de poesia, Seios e Ventres traduzida em Inglês e Nas Entranhas do Mar, em Espanhol, pela mesma Universidade, em parceria com Instituto de Camões no país acima referenciado.

KANGUIMBU ANANAZ: “NÃO EXISTE UMA FITA MÉTRICA PARA MEDIR O COMPRIMENTO E A LARGURA DA DIMENSÃO DO MEU SENTIMENTO POÉTICO ENQUANTO AFRICANA”

A literatura, segundo Kanguimbu, contribui significativamente para a identidade africana, refletindo as vivências, os amores, os sabores, e as condições sociais do povo. Kanguimbu acredita que os escritores têm a responsabilidade de narrar as realidades sociais, levantar questões e sugerir soluções para os desafios que a sociedade enfrenta.

KANGUIMBU ANANAZ: “NÃO EXISTE UMA FITA MÉTRICA PARA MEDIR O COMPRIMENTO E A LARGURA DA DIMENSÃO DO MEU SENTIMENTO POÉTICO ENQUANTO AFRICANA”

Através da literatura e poesia, a escritora continua a celebrar e promover a herança africana, reforçando a importância de preservar e valorizar o património cultural imaterial de Angola e de toda a África.

KANGUIMBU ANANAZ: “NÃO EXISTE UMA FITA MÉTRICA PARA MEDIR O COMPRIMENTO E A LARGURA DA DIMENSÃO DO MEU SENTIMENTO POÉTICO ENQUANTO AFRICANA”
KANGUIMBU ANANAZ: “NÃO EXISTE UMA FITA MÉTRICA PARA MEDIR O COMPRIMENTO E A LARGURA DA DIMENSÃO DO MEU SENTIMENTO POÉTICO ENQUANTO AFRICANA”
KANGUIMBU ANANAZ: “NÃO EXISTE UMA FITA MÉTRICA PARA MEDIR O COMPRIMENTO E A LARGURA DA DIMENSÃO DO MEU SENTIMENTO POÉTICO ENQUANTO AFRICANA”
KANGUIMBU ANANAZ: “NÃO EXISTE UMA FITA MÉTRICA PARA MEDIR O COMPRIMENTO E A LARGURA DA DIMENSÃO DO MEU SENTIMENTO POÉTICO ENQUANTO AFRICANA”

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

KANGUIMBU ANANAZ: “NÃO EXISTE UMA FITA MÉTRICA PARA MEDIR O COMPRIMENTO E A LARGURA DA DIMENSÃO DO MEU SENTIMENTO POÉTICO ENQUANTO AFRICANA”
Publicidade

Últimas de Arte & Cultura