Publicidade

Por que é que París é a cidade do amor?

Publicidade

Sempre ouvimos dizer que Paris é a cidade do amor, que devemos visitá-la acompanhados pela nossa cara-metade e trocar juras de amor em cada recanto. Mas por quê? O que torna a capital Francesa tão especial e tão atractiva para os apaixonados?

Há várias explicações para o facto de Paris ser considerada uma das cidades mais românticas do mundo. Durante o século XVIII, o romantismo influenciou a arte e a cultura da capital.

Publicidade
Por que é que París é a cidade do amor?

O movimento artístico, político e filosófico foi também acompanhado pela popularização de escritores e poetas que voltaram a dedicar obras ao amor. Este espírito manteve-se durante longos anos e ganhou expressão com, por exemplo, Baudelaire, Trenet e Brassens – que criaram verdadeiros hinos ao amor.

A influência do romantismo fez-se sentir na cidade, – ao contrário do racionalismo da época da Revolução Francesa – o movimento do século XVIII era impulsionado pelos sentimentos, vendo a beleza como algo quase divino. Os escritores e pintores valorizavam sobretudo as emoções e as sensações.

Mas o romantismo não é a única explicação. A luz da cidade, os vários monumentos, restaurantes e jardins dão um encanto especial à cidade das luzes. Paris inspirou todo o tipo de artistas ao longo dos anos, de pintores impressionistas a gigantes literários, passando pela música e pelo cinema. E foi talvez no cinema que a cidade mais brilhou, servindo como pano de fundo para inúmeros filmes românticos.

Por exemplo, filmes como “O Fabuloso Destino de Amélie”, “Paris, Je t’aime”, “Dois Dias em Paris” ou “Um Americano em Paris” também ajudaram a criar a ideia de que se respira o amor nas ruas de Paris.

Até quem nunca foi a Paris sabe: a cidade tem um clima irresistivelmente romântico no ar. Tanto que é destino certo para casais apaixonados em busca de inesquecíveis momentos a dois.

Por que é que París é a cidade do amor?

Desta feita, há momentos e lugares em Paris que não devem faltar para complementar o amor.

Ponte do Amor

Por que é que París é a cidade do amor?

Na cidade existe uma ponte chamada Ponte do Amor, sobre o rio Sena. Mas, ela não é apenas uma ponte onde casais apaixonados namoram, existe algo a mais. Toda a extensão da grade da ponte é coberta por cadeados, sim, cadeados. Diz a tradição que os casais que colocarem o cadeado ali, fechado, na grade da ponte e atirarem a chave no rio Sena permanecem unidos para sempre.

Jardins du Trocadéro

Por que é que París é a cidade do amor?

Há quem diga que é muito romântico subir à Torre Eiffel e dar um beijo no topo, apreciando a vista. Mas, pode ser ainda mais romântico ir para os “Jardins du Trocadéro”, sentar-se num dos bancos disponíveis com vista privilegiada para a Torre Eiffel e dar o tão desejado beijo no momento em que a torre brilha. E quando será o momento perfeito? A torre brilha durante 10 minutos a cada hora, iniciando-se à hora certa.

Museu da Vida Romântica

Por que é que París é a cidade do amor?

Em Paris há ainda o Museu da Vida Romântica, sim, um museu mesmo com este nome! A casa foi residência do pintor holandês Ary Scheffer e era frequentada pela escritora George Sand.

O clima romântico fica por conta do beco de paralelepípedo e de um belo jardim florido. No acervo do museu, pinturas de Scheffer, retratos da mezzo-soprano Pauline Viardot (1821-1910), esculturas de Jean Auguste Barre (1811-1896).

A parede do amor

Por que é que París é a cidade do amor?

A parede do amor, em Montmartre – é uma parede com a expressão “Amo-te”, escrita em diversas línguas. Tem pedaços vermelhos pelo meio que representam corações partidos que a parede pretende ajudar a reparar. Essa parede foi ideia de Frédéric Baron, autor francês, que parava turistas na rua para lhes perguntar como se dizia “Je t’aime” na sua língua nativa. É um óptimo lugar para uma reconciliação ou confirmação de um amor!

Clima romântico

Por que é que París é a cidade do amor?

Todo esse clima romântico de Paris deixou a cidade famosa e por isso é destino de muitos casais rumo à lua-de-mel. A língua francesa, os monumentos exuberantes e robustos, a boa música e os românticos e famosos passeios de barco ajudam a dar esse ar de que o amor mora em Paris.

Jantar à luz de velas

Por que é que París é a cidade do amor?

Um jantar à luz de velas no Sena… O que pode ser mais romântico do que isso? Nada melhor do que um passeio de barco pelo rio enquanto saboreia um jantar de alto nível, tudo isso com as luzes noturnas de Paris pela janela.

Torre Eiffel

Por que é que París é a cidade do amor?

O marco mais famoso de Paris, a Torre Eiffel, foi construído por Gustave Eiffel para a Exposição Mundial de 1889, centenário da Revolução Francesa. Com 318 metros e 10.100 toneladas, este é o monumento mais lembrado no mundo e o mais visitado da Europa!

Porém, mais do que todas as influências, a ideia do romantismo da cidade é uma construção social que foi sendo alimentada ao longo de décadas. Não há dúvidas que Paris é cidade perfeita para uma viagem a dois.

Paris é considerada por muitos a capital romântica da Europa. As suas ruas pequenas, o seu estilo boémio, a sua arquitectura e sua incrível inspiração para a arte fizeram dessa uma das principais cidades do velho continente.

Para fazer passeios nessa cidade é preciso alguns dias e muita memória para guardar todas as belezas e histórias que se passaram por aqui.

Existem muitas maneiras de se conhecer Paris. Pode usar o transporte público, taxi, tours privados, tours colectivos ou a pé. O Metro de Paris é uma boa maneira de se locomover pela cidade. Ele é rápido e possui estações próximas das principais atracções.

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Por que é que París é a cidade do amor?
Publicidade
Publicidade