Publicidade

Praga: A cidade dos sonhos

Publicidade

Um verdadeiro museu a céu aberto! Conhecida como a “Cidade das Cem Cúpulas”, Praga impressiona o visitante desde o primeiro olhar por reunir uma grande quantidade de monumentos e construções de valor arquitectónico incomensurável. Além da Ponte de São Carlos, tem a praça da cidade velha, igrejas e sinagogas belíssimas com muitas histórias espalhadas pelos quatro cantos da cidade.

Praga: A cidade dos sonhos

Com uma arquitectura sem igual, repleta de vida cultural, museus e o maior castelo do mundo, Praga é um destino obrigatório para quem vai até ao leste da europa. A capital da República Tcheca sofreu pouco durante as grandes guerras em relação às outras grandes cidades da Europa. Além disso, ficou por várias décadas isolada na Cortina de Ferro, por isso conserva muitas das suas construções intactas.

Publicidade
Praga: A cidade dos sonhos

Grande parte das principais atracções de Praga estão centradas na mesma região e por isso é fácil fazer o turismo a pé. Na cidade antiga (Staré Mesto), você encontra a praça que abriga a torre da prefeitura e o Relógio que, além de marcar a data e as horas, regista a posição do sol, os ciclos astronómicos, fases da lua e feriados do calendário cristão.

Praga: A cidade dos sonhos

Já em Malá Strana — do outro lado da Ponte Carlos, monumento-símbolo da cidade, sob o cénico rio Vltava — o visitante começa a subida em direcção ao sumptuoso castelo, um dos maiores do mundo e que abrigou ninguém menos do que os reis da Boémia, imperadores romanos sagrados e presidentes da Checoslováquia e da República Checa.

Praga: A cidade dos sonhos

Igrejas e sinagogas belíssimas e cheias de história também estão pelos quatro cantos da cidade, entre elas a gótica catedral de São Vitus, no castelo de Praga, e a catedral de nossa Senhora de Tyn, um dos monumentos que dominam o horizonte e também um dos mais fotografados da cidade. Em Josefov, o bairro Judeu, não perca a chance de conhecer toda a história dos judeus de Praga e explorar sinagogas como a Velha-Nova — a mais antiga da Europa — e a Pinkas, cujas paredes contêm os nomes de 80 mil judeus vítimas do holocausto.

Praga: A cidade dos sonhos

O idioma oficial da República Checa é o Checo, mas quem tiver um inglês básico para turismo não terá dificuldade alguma em conhecer os lugares. Muitas pessoas também dominam o alemão na cidade. A moeda local é a Koruna e os preços, ao seu todo, costumam ser mais acessíveis do que em cidades europeias como Paris, Londres e Amsterdão, por exemplo.

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Praga: A cidade dos sonhos
Publicidade
Publicidade