Publicidade

Faça um mochilão por vários cantos de Angola: Conheça as histórias dos jovens que já viajaram por quase toda Angola

Publicidade

Chegou a hora de concretizar aquele sonho de viagem que planeia há imenso tempo com os seus amigos e que nunca conseguiu concretizar. A ideia do “mochilão” é aventurar-se na companhia dos amigos e gastar menos.

Faça um mochilão por vários cantos de Angola: Conheça as histórias dos jovens que já viajaram por quase toda Angola

Como qualquer outra viagem, precisa de seguir regras para estar organizado. Separamos algumas dicas que com certeza ajudá-lo-ão a planear o seu mochilão.

Publicidade

1- Defina o destino, as datas de ida e volta

Os destinos sem dúvida são os pontos mais importantes para a viagem acontecer. Pesquise sobre as opções e preços de cada local para não ter surpresas no último minuto. E escolha as datas numa época mais conveniente para não ter mais gastos.

2- Estime os gastos do seu mochilão e faça um orçamento geral para verificar se há dinheiro suficiente para toda a viagem.

É nessa etapa que percebe se tem verbas para custear toda a viagem.

3- Após os dois primeiros passos, comece por organizar os documentos necessários, como: bilhete de identidade, passaporte (se for estrangeiro), teste da Covid-19, entre outros.

4- Pesquise sobre transportes

Tenha em mente como irá locomover-se durante o seu mochilão. Tanto os deslocamentos interprovinciais quanto os intermunicipais.

Como vai chegar às outras províncias? De autocarro, comboio, carro pessoal, ou de táxi? Como vai locomover-se nas cidades? A pé? De moto? Táxi? Bicicleta? Normalmente há mais de uma alternativa. Tenha tudo isto definido.

5- Organize um roteiro

Defina: mapa, transporte, horário e duração de cada local visitado. Assim é possível calcular uma média de gastos diários.

Organizar um roteiro de forma adequada será uma das etapas mais importantes para ter um mochilão bem sucedido. Portanto é preciso conhecer-se e conhecer os seus amigos que estão consigo na viagem, na hora de organizar os seus dias.

Precisará de organizar, por exemplo: o dia em que irá deslocar-se de uma cidade a outra; ter uma cidade como referência; saber quais as atracções que vão encontrar nas províncias de destino; saiba quais são os dias mais convenientes para conhecer as atracções e passeios que irá incluir no roteiro do seu mochilão.

6- Pesquise, faça reservas ou procure um espaço para acampar

Recomendamos que faça a sua reserva com antecedência, para garantir que não vai ficar sem espaço para dormir.

7- A data do passeio está próxima, comece a organizar a sua bagagem

Compre uma mochila, e uma tenda para acampar – se for uma das suas opções. Pesquise o clima do seu destino e veja quais opções de roupas e sapatos são a melhor escolha. Lembre-se, vai carregar a sua mochila por muito tempo e caminhará, por isso leve apenas o necessário.

Faça um mochilão por vários cantos de Angola: Conheça as histórias dos jovens que já viajaram por quase toda Angola

Adriano Lourenço, Délcia Alexandra e Perpétuo de Assis, mochileiros de paixão, não dispensam uma boa aventura. Das 18 províncias de Angola, estes três aventureiros já viajaram para quase metade.

Estes pequenos-grandes inspiradores partilharam com a Chocolate Lifestyle as suas experiências nas suas breves paragens pelas províncias por eles escolhidas.

Adriano Lourenço

Faça um mochilão por vários cantos de Angola: Conheça as histórias dos jovens que já viajaram por quase toda Angola

“As experiências que tive foram boas de todo… não conheci ainda muitas províncias, porém, posso dizer que o acolhimento e a atenção do povo do Sul chama-me muito a atenção, sempre. Sem esquecer do ar fresco que nos é oferecido pela natureza em qualquer lugar.

Faça um mochilão por vários cantos de Angola: Conheça as histórias dos jovens que já viajaram por quase toda Angola

Até ao momento, já fui a 5 e de todas as províncias, o meu amor tornou-se a Huíla. Amo aquele lugar, amo como se tivesse nascido lá, enfim… na Huíla o que mais me chamou a atenção foi a vista maravilhosa para o pôr do sol, visto do alto da TUNDAVALA e até mesmo do miradouro da SERRA DA LEBA. Aquilo é muito lindo.

Faça um mochilão por vários cantos de Angola: Conheça as histórias dos jovens que já viajaram por quase toda Angola

Das viagens, as melhores lembranças que tenho são as fotografias… porque através delas consigo reviver todos os momentos ainda que confinado em casa.”

Faça um mochilão por vários cantos de Angola: Conheça as histórias dos jovens que já viajaram por quase toda Angola

Délcia Alexandra

Faça um mochilão por vários cantos de Angola: Conheça as histórias dos jovens que já viajaram por quase toda Angola

“Tive experiências incríveis! Dá-me uma Eterna nostalgia cada vez que lembro…

Faça um mochilão por vários cantos de Angola: Conheça as histórias dos jovens que já viajaram por quase toda Angola

Já estive inúmeras vezes em Benguela e amo a sensação de estar em casa. A diversidade de restaurantes e várias opções de praias para visitar.

Malanje: A terra vermelha, o rio, o clima e a frescura fizeram valer a minha visita até lá. Cheguei até a ficar presa num ponto turístico, no Rio Kwanza, risos. Não gosto nem de me lembrar deste episódio!

Criei sapos no Huambo porque apanhei no rio e achei que fossem peixes. Risos. E desisti de tomar banho nas manhãs, de tão frio que era. Preferia esperar o fim do dia!  Comi lombi doce, pois ao cozinharem puseram sem querer chá, ao invés de Água [risos].

Quando estive em Camabatela (Kwanza Norte) vi pessoas super doentes, que viviam sem quartos de banho, vi alguém mordido por uma cobra e foi chocante! Foram tantas experiências, que daria um livro [risos].

Uma vez fiz 12h de autocarro para chegar a Benguela porque avariou 2 vezes [risos]. Experiências em viagens são as melhores que existem com certeza, lembrou Délcia.

Faça um mochilão por vários cantos de Angola: Conheça as histórias dos jovens que já viajaram por quase toda Angola

A província que mais gostei de conhecer com certeza foi MALANJE, uma província incrível que me surpreendeu positivamente em todos os aspectos. Pela beleza, energia e tal. Amei!

Faça um mochilão por vários cantos de Angola: Conheça as histórias dos jovens que já viajaram por quase toda Angola

O que mais me chamou a atenção foi a forma de vida diferente que cada pessoa leva. Estando cá em Luanda, e rodeada de pessoas que vivem como eu, dá a falsa sensação de que o mundo é apenas o que gira à minha volta. Com as viagens descobri totalmente o oposto! Várias realidades de vidas diferentes, costumes, sotaques, modo de relacionar-se e isso cria no meu interior uma grande riqueza. Mas respondendo à pergunta, a simplicidade com o que o povo malanjino habita, com certeza foi o que mais me marcou.

A melhor lembrança que tenho das viagens com certeza sempre será apreciar o quanto o meu país é lindo, e tive a oportunidade – inúmeras vezes – de o sentir. As coisas pequenas são as que mais me marcam. Desde molhar os pés no mar ou rio, conhecer lugares que jamais imaginei que existiam, como casas no meio do nada e famílias que vivem humildemente, tudo isso.

Perpétuo De Assis

Faça um mochilão por vários cantos de Angola: Conheça as histórias dos jovens que já viajaram por quase toda Angola

Perpétuo conheceu de perto 8 províncias: Benguela, Lunda Norte, Lunda Sul, Malanje, Luanda, Bengo, Huíla e Bié.

“Gostei muito do Bié, mas é uma cidade pouco atractiva, apesar dos pontos turísticos acho que a cidade não convida muito. É uma cidade pouco divertida.

A cidade do Lubango foi a que mais me encantou em todos os aspectos. Eu adorei conhecer Lubango, tanto que eu gostaria de viver por lá. Encantou em vários sentidos. Eu gosto de climas frios e no Lubango faz muito frio. Tem um clima muito agradável de se viver. Não é quente, chove quando tem de chover, o ambiente da cidade rodeado de montanhas, com ar de florestas no meio da cidade. É uma cidade muito bonita!

Faça um mochilão por vários cantos de Angola: Conheça as histórias dos jovens que já viajaram por quase toda Angola

O Lubango tem uma quantidade de pontos turísticos sem igual. Mas o que me fez mesmo gostar da cidade é sua beleza, o clima da cidade, as pessoas. São pessoas muito agradáveis, pessoas muito calmas. Sei lá… é um clima mesmo propício para se viver.

Chamou-me  mesmo a atenção em muitos aspectos, sei lá… eu sou mesmo muito apaixonado pelo Lubango. É um ambiente que eu aprecio muito. A cidade é muito bonita, tudo no limite, sem muita agitação, sem muita calmaria, são muito receptivos”.

Lembre-se:

Seja qual for o destino seleccionado, evite o período do ano novo e o Natal, que certamente reservarão muitos custos adicionais para si e para os seus amigos.

Não seja egoísta

Nas viagens de grupo, o mais importante é lembrar-se de pôr o colectivo à frente. Será inevitável não partilhar comida ou emprestar alguma coisa.

É importante contribuir de forma justa

Você e os seus amigos devem ter uma estimativa de quanto irão gastar e ao longo da viagem anotarem os gastos já feitos. Dividam tudo de forma justa.

Dificuldade na viagem faz parte

Em viagens, um ou outro aperto vêm de atrelado. Cabe a si decidir se vai reverter a situação para o bem ou para as más memórias. Tente ao máximo manter o bom humor e o optimismo, tanto para si mesmo quanto para os seus colegas de viagem, e à posterior não contagiar o resto do pessoal.

Misture os grupos Evite fazer grupinhos e estejam todos misturados durante as viagens. Essa dica vale principalmente para quem tá viajando em dupla ou trio, já que em grupos maiores acontece meio que uma divisão natural.

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Faça um mochilão por vários cantos de Angola: Conheça as histórias dos jovens que já viajaram por quase toda Angola
Publicidade
Publicidade