Publicidade

Covid-19 causa revolução nas Fashion Weeks

Couture fashion week cancelada, Fashion weeks masculinas apenas no virtual enquanto as casas YSL, Armani e Gucci optam por se desligar dos calendários oficiais das capitais da moda

Covid-19 causa revolução nas Fashion Weeks

Em virtude do contexto de pandemia mundial actual, a Couture Fashion Week de 2020 está cancelada”, foi a declaração da Federação da Alta Costura e da Moda, cujas emblemáticas casas ficarão sem se apresentarem publicamente este ano. Os desfiles físicos e presenciais das Semanas da Moda Masculina previstos para Julho foram igualmente cancelados para dar espaço a algo num formato digital ainda por desvendar. As datas acabaram também por ser trocadas, sendo agora Paris a apresentar-se primeiro, a partir de 9 de Julho, ficando as apresentações digitais da cidade Italiana para uma semana depois, a partir do dia 14 do próximo mês. Ainda não se sabendo ao certo como serão substituídos os desfiles tradicionais, a Federação adiantou apenas que cada casa deverá fazer-se representar sob forma de um filme ou vídeo.

As apresentações físicas das colecções resort que normalmente acontecem durante o verão Europeu foram também canceladas no intuito de se preservar a saúde de todos os profissionais envolvidos, tal como foi adiada a New York Fashion Week, em virtude do enorme impacto que a pandemia tem registado em toda a indústria da moda, desde os criadores e marcas que enfrentam enormes desafios para conseguirem assegurar a produção das suas colecções até aos variados pontos de venda ao cliente final, quer próprios quer de revendedores, que registaram por força da pandemia quebras de vendas sem precedentes, de acordo com a CFDA- Council of Fashion Designers of America.

Publicidade

O British Fashion Council remeteu as suas apresentações para um espaço virtual, cuja concretização está ainda em processo, e apelou às marcas para colaborarem e inovarem, como forma de se posicionarem nesta nova realidade.

Algumas das casas de moda mais tradicionais optaram mesmo por uma postura mais radical, retirando-se por completo dos calendários oficiais das Fashion Weeks. Yves Saint Laurent e Armani anunciaram que passarão a fazer as suas apresentações de forma e em datas independentes, ao passo que a Gucci informou em conferência de imprensa virtual que irá mesmo reduzir as suas apresentações de 5 para 2 anuais enquanto reestrutura a forma de se apresentar ao público fora deste clássico formato.

Covid-19 causa revolução nas Fashion Weeks
Covid-19 causa revolução nas Fashion Weeks

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Covid-19 causa revolução nas Fashion Weeks
Publicidade
Publicidade