Publicidade

Novos tempos: Valentino deixa de usar pele animal nas suas colecções

Publicidade

Tudo indica que uma nova era está a nascer para Valentino!

A marca italiana de luxo acaba de anunciar recentemente o fim do uso de pele animal em suas colecções.

Publicidade
Novos tempos: Valentino deixa de usar pele animal nas suas colecções

A decisão vai efectivar-se a partir de 2022.

Novos tempos: Valentino deixa de usar pele animal nas suas colecções

Sob direcção do CEO Jacopo Venturini, eles estão a pensar numa série de mudanças internas e enfatizam, também, o encerramento da empresa de peles Valentino Polar – com sede em Milão – e o fim da Red Valentino, lançada em 2003, como uma vertente mais jovem da marca principal, que terá como última colecção a de Outono 2023/24.

Novos tempos: Valentino deixa de usar pele animal nas suas colecções

De acordo com a nota divulgada pela empresa, a Valentino está a caminhar numa direcção muito mais ética e ecologicamente correcta — factores que foram indispensáveis para a decisão de reposicionamento da marca no mundo actual.

Novos tempos: Valentino deixa de usar pele animal nas suas colecções

O compromisso com o não-uso de pele animal está programado para começar em 2022, fazendo com que a Valentino entre para a lista das marcas de luxo totalmente fora da crueldade animal, junto de outros fortes nomes como Michael Kors, Versace, Gucci, Chanel e Alexander McQueen.

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Novos tempos: Valentino deixa de usar pele animal nas suas colecções
Publicidade
Publicidade