Publicidade

Já pensou em usar desodorizante natural?

Publicidade

Os cheiros naturais viraram tendência, inclusive entre algumas celebridades, como: Julia Roberts, Cameron Diaz, Matthew McConaughey, Bradley Cooper, entre outros – apesar de não receberem comentários positivos em relação à sua escolha.

Já pensou em usar desodorizante natural?

Alguns  fazem-no por questões ecológicas, um novo estilo de vida, por não gostar de aromas alterados ou por questões de saúde, decidindo assim trocar os desodorizantes clássico padrão por versões naturais.

Publicidade

Por quê?

As fórmulas clássicas contêm muitas substâncias químicas, como sais de alumínio, parabenos, fragrâncias e triclosan (comum no aerosol), altamente alergénicos e cancerígenos. Estudos apontam que esses compostos, em contacto com o corpo, fomentam o desenvolvimento de cancro da mama. Sente irritação, comichão ou os poros obstruídos depois de aplicar o desodorizante? Pode ser essa a raiz do problema.

As escolhas podem partir da necessidade ou da ideia de que transpirar ou suar é mau, ou que está relacionado com o mau odor, o que não é verdade! Transpirar ajuda a controlar a temperatura do corpo, liberta as toxinas e controla o PH. O que causa o mau odor é o ácido produzido por fungos e bactérias que se proliferam nas axilas.

“Quando optamos por um desodorizante antitranspirante comum, impedimos que todas essas reacções naturais do corpo aconteçam”. Por isso, os desodorizantes naturais, orgânicos e veganos, precisam de ter activos que diminuam o odor e combatam as bactérias, como é o caso do bicarbonato de sódio e óleos essenciais: alecrim, melaleuca e laranja estão na lista”.

Vale salientar que cada organismo reage de uma maneira diferente.

“Há quem não se adapte aos desodorizantes caseiros e quem se sinta seguro com o simples leite de magnésio ou de côco, óleos essenciais e vice-versa. O importante é testar um único tipo por pelo menos 15 dias”. Além disso, durante a transição do desodorizante convencional para o natural é necessário observar e até mudar hábitos do dia a dia. Exposição a lugares quentes, stress, roupas que aumentem a transpiração, excesso de álcool, carnes e frituras podem influenciar no cheiro”.

A solução não é inibir a transpiração, mas sim buscar soluções menos prejudiciais. Para ajudar, temos uma receita caseira super fácil.

Desodorizante natural em creme

Já pensou em usar desodorizante natural?

Ingredientes:

  • 2 colheres (sopa) cheias de óleo de coco (ele é bactericida e antifúngico);
  • 1 colher (sopa) manteiga de karité;
  • 1 colher (sopa) de bicarbonato de sódio (o agente alcalinizante que neutraliza o odor gerado pelas bactérias);
  • 4 gotas de óleo essencial de melaleuca (bactericida, antifúngico);
  • 3 gotas de óleo essencial de lavanda;
  • 1 colher de chá de amido de milho;
  • 1 colher de chá de vitamina E (actua como um conservante natural).

Modo de preparação:

Depois de derreter o óleo de côco e a manteiga de karité (cuidado para não ferver), adicione os óleos, a vitamina E e a farinha. Mexa bem, e deixe solidificar se estiver muito quente, em seguida conserve no frigorífico.

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Já pensou em usar desodorizante natural?
Publicidade
Publicidade