Publicidade

Colorimetria: domine as cores e valorize ainda mais a sua aparência

Saber combinar  diferentes cores e conseguir uma aparência elegante, sem fugir do contexto ou da ideia que deseja transmitir, exige conhecimento prévio da matéria. Através da colorimetria conseguira  compreender melhor e acertar  na escolha da paleta de cores para comunicar e valorizar cada vez mais a sua aparência.

Colorimetria: domine as cores  e valorize ainda mais a sua aparência

Como uma linguagem visual, as cores são capazes de transmitir emoções, significados e pensamentos. A colometria – o estudo da percepção humana das cores – foi criada para auxiliar na análise das combinações de diferentes cores para um melhor resultado no campo da beleza, estética e não só.

A colorimetria salienta que “as cores realçam a beleza natural da pessoa, ameniza olheiras, manchas na pele, deixando o rosto mais iluminado, com aspecto saudável e jovial”. Isto vale também na a escolha da tinta do cabelo.

Leve em conta o tom de pele e a sua temperatura

Para entender o processo da colorimetria, o primeiro passo é saber o seu tom de pele. Adicionado a isto, o segundo passo, está a temperatura, que devido os pigmentos mais amarelados ou azulados determinam a sua aparência. Ficou confuso? Vamos por parte.

A pele com temperatura fria possui na sua tonalidade os pigmentos de tonalidade mais azuis e amarelos, o que lhe confere um aspecto mais frio, rosado, avermelhada, azulado ou acinzentado. Dito isto, a pessoa que possui a temperatura fria, deverá seguir esta tendência de tons na escolha da sua paleta de cor.  

Quando uma pessoa apresenta temperatura quente, devido a maior presença de caroteno, dá a pele uma aparência mais amarelada. Por este motivo a sua tonalidade estará mais próxima ao pêssego e do dourado.

Já as pessoas de subtom de pele neutro (nem fria, nem quente) não possuem tonalidades obvias. A sua pele harmoniza de modo natural, tanto cores frias como cores quentes.

Considere a profundidade

Outro ponto a ser considerado é a profundida das cores em diferentes estações do ano. Na verdade, é este apecto que determina ou subdivide a matemática das cores, a colometria, na harmonização de diferentes tonalidades de modo mais generalista. 

Primavera: composta por cores quentes e claras.

Outono: marcado por tonalidades quentes e escuras.

Inverno: cuja paleta é formada por cores frias e escuras.

Verão: formado por tonalidades frias e claras.

Agora que sabe como funciona a colorimetria, resta apenas determinar a doze perfeita que combine com a sua aparência. 

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Colorimetria: domine as cores e valorize ainda mais a sua aparência
Publicidade

Últimas de Moda & Beleza