Publicidade

Conheça a história do azeite: o óleo milenar

Publicidade

Para os seus pratos, muitas vezes usa o azeite. Sabe a história deste óleo de oliveira?

O azeite é um dos temperos mais utilizados dentro da cozinha. Porém, é também um poderoso óleo usado para combater doenças, cuidar da beleza e até mesmo em religiões. Por ser um alimento milenar, quase todas as gerações beneficiaram e beneficiam deste óleo.

Publicidade
Conheça a história do azeite: o óleo milenar

Ao contrário dos outros óleos ou gorduras vegetais, o azeite é extraído de um fruto, a azeitona, e não de uma semente. O óleo de oliveira, ou simplesmente azeite, começou a ser investigado pelos filósofos, médicos e historiadores da época pelas suas propriedades benéficas para o ser humano. Há milhares de anos foi usado apenas como protector do frio, as pessoas untavam os seus corpos com o azeite.

Conheça a história do azeite: o óleo milenar

Durante anos de estudos e investigações, ele acabou por comprovar os seus efeitos (principalmente nos estudos realizados na década de 50) na prevenção do cancro de fígado e outras doenças, como as cardíacas.

Nas refeições, quando o azeite é aquecido em fogo alto até atingir entre 185º a 215º Celsius, os seus compostos degradam-se e libertam elementos prejudiciais. Por isso, é importante ficar atento e utilizá-lo apenas para saladas, aperitivos e alguns refogados ou ainda para finalizar os pratos, de modo a decorar e dar mais gosto.

Conheça a história do azeite: o óleo milenar

O seu processo de produção tradicional consiste em esmagar as azeitonas entre duas prensas de pedra com movimentos opostos, até que o fruto fique reduzido a uma pasta. O calor permite que se extraia maior quantidade de óleo desta pasta.

Os maiores produtores de azeite são: Espanha, Itália, Grécia, Tunísia e Turquia. Existem diversos tipos de óleos de oliveira em todo o mundo e eles são identificados pelo seu aroma, cor e sabor. Mas o que define a qualidade do próprio azeite é a sua percentagem de acidez.

Conheça a história do azeite: o óleo milenar

Este líquido precioso tem muitos benefícios: regula os níveis do mau colesterol no sangue; estimula o metabolismo e a digestão; alivia a indigestão, a flatulência, a azia; lubrifica as mucosas; cura a pele ressecada; previne a queda de cabelo, os cancros da pele, do fígado e doenças cardíacas.

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Conheça a história do azeite: o óleo milenar
Publicidade
Publicidade