Publicidade

Coxinha: a “queridinha” do Brasil pode ser de origem Francesa! Entenda

Caracterizada pela sua massa frita e geralmente pelo recheio de frango, a coxinha apresenta um formato de gota, fazendo referência à coxa de galinha e encantando todos com o seu sabor. A primeira referência à coxinha aparece no livro do chef francês Marie Antoine Carême, conhecido como o “rei dos chefs e chef dos reis”. A publicação de 1844 fala do croquette de poulet, um croquete de frango moldado em forma de pêra. 

Coxinha: a “queridinha” do Brasil pode ser de origem Francesa! Entenda

Nem portuguesa, nem brasileira. O salgado tornou-se conhecido também em Portugal, até atravessar o oceano e atracar em terras brasileiras. No Brasil, a “coxinha” popularizou-se e o nome “croquete de frango” caiu em desuso.

Alguns historiadores da gastronomia datam a sua popularização no Brasil no começo do século XX, quando a coxinha era vendida próximo de fábricas, para que os operários a consumissem ao almoço, ou quando saíssem do trabalho.

Ela torna-se uma opção de maior custo-benefício do que a comercialização de coxas e sobrecoxas de galinha, pois a “coxinha” tem uma durabilidade maior e um custo menor, podendo ser armazenada por mais tempo e vendida por um preço mais acessível.

Existem várias versões sobre a real origem da “coxinha” que conhecemos hoje. O salgado passou por diversas transformações ao longo do século passado, até à versão actual e continuará a mudar a cada nova ideia de preparação e recheio.

Ela é tão especial na gastronomia brasileira que inclusivamente tem um dia só para ela. O Dia da Coxinha, 18 de maio, é uma oportunidade para celebrar e homenagear essa iguaria amada por muitos. Neste dia, as pessoas reúnem-se para desfrutar de coxinhas em diferentes sabores e tamanhos, compartilhando momentos de prazer gastronómico.

O tradicional salgado consiste numa massa de farinha de trigo recheada com frango desfiado e Catupiry temperado. Actualmente, porém, há também outras várias opções de sabores, como queijo, calabresa, carne, vegana, doce, entre outras. E que tal uma receita de coxinha? 

Ingredientes

Massa

  • 500 g de farinha de trigo
  • 1 litro de água
  • 150 g de manteiga
  • 1 colher de sopa de sal

Recheio

  • 500 g de peito de frango desfiado e cozido
  • 500 g de requeijão
  • 1 colher de sopa de alho moído
  • 1 colher de sopa de óleo
  • 1 colher de sopa de sal
  • 1 colher de sopa de salsinha picada

Para empanar

  • 1 kg de farinha de rosca
  • 500 ml de leite
  • 1 ovo
  • Óleo a gosto para fritar

Modo de preparação

O primeiro passo é cozinhar o frango e desfiá-lo. Para temperar, basta adicionar, aos poucos, sal e salsinha numa frigideira com alho já dourado em óleo. Deixe a carne arrefecer e misture o requeijão.

Em seguida, separe uma panela com água, sal e manteiga, deixando no fogo médio, até que a água ferva e a manteiga derreta completamente. Logo depois, pegue numa batedeira, coloque os ingredientes num recipiente e adicione a farinha de trigo. Bata até que tudo fique homogéneo e deixe a massa a descansar por, no mínimo, 5 minutos.

A montagem das coxinhas é fácil. Pegue em cerca de 30 g de massa (o equivalente a uma bolinha de ping pong) e estique com a palma mão, deixando-a em forma de disco.

Insira uma colher de sobremesa de recheio no meio da massa. Depois envolva a massa novamente no recheio, modelando-a na forma da coxinha. Na sequência, molhe as coxinhas na mistura de leite e ovo, passe na farinha de rosca e deposite na panela para fritar no óleo quente (coloque quatro dedos de óleo).

Retire com uma escumadeira os salgadinhos quando estiverem dourados, descanse-os no papel toalha e pronto: eles já podem ser servidos!

Coxinha: a “queridinha” do Brasil pode ser de origem Francesa! Entenda
Coxinha: a “queridinha” do Brasil pode ser de origem Francesa! Entenda

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Coxinha: a “queridinha” do Brasil pode ser de origem Francesa! Entenda
Publicidade