Publicidade

Como anda a saúde emocional?

Publicidade

Num mundo cada vez mais caótico, qualidade de vida é tudo. Mas para tal é preciso termos a saúde física e mental em dia. A saúde emocional é tão importante quanto a física e merece igualmente a nossa atenção. Afinal, é através dela que cada um de nós desenvolve a suas próprias habilidades para alcançar os seus objectivos com total motivação e produtividade. É também através dela que lidamos da melhor forma com as situações adversas, transformando o negativo em positivo, o mau em bom.

Como anda a saúde emocional?

Desta forma, listo aqui alguns cuidados muito simples, mas de extrema importância, que o(a) ajudarão a proteger o seu lado emocional e evitar o aparecimento de algumas patologias, principalmente as psicossomáticas.

Publicidade

Mantenha comportamentos positivos
Para manter uma boa saúde emocional, é preciso, primeiramente, cuidar da sua autoestima. Ela deve ser cultivada através de comportamentos e atitudes positivas. Por isso, aconselho-o(a) a investir em tudo o que o(a) faz sentir-se melhor, seja através de uma simples mudança de visual, passando até mesmo por uma mudança de comportamento, como fazer exercícios físicos diários.
Além disso, procure adoptar pensamentos optimistas, mesmo quando a situação não estiver tão favorável. Melhorar as suas atitudes ajudá-lo-á a controlar as suas emoções e a crescer pessoal e profissionalmente.
Paralelamente, tente diminuir ou até mesmo eliminar todos os sentimentos nocivos como o ódio, a inveja, a angústia, a solidão e o stress. Controle as tensões e as preocupações diárias para que elas não o(a) atrapalhem ou interfiram na sua alimentação, convívio social e sono.

Dedique-se a uma alimentação saudável
Investir numa alimentação saudável e equilibrada também é uma óptima forma de manter a sua saúde emocional. São vários os estudos que associam a nutrição à prevenção de sentimentos negativos.
Então, procure consumir alimentos que lhe sejam benéficos, lembrando que o que lhe faz bem, pode não ter o mesmo benefício noutra pessoa. Pesquise os melhores alimentos para si.
Também é recomendável fazer o uso de chás calmantes, como camomila, erva-doce, flores de passiflora, etc.

Pratique actividades que lhe dêem prazer
Nada melhor do que praticarmos actividades que nos dão prazer para equilibrarmos as emoções e fazer com que tenhamos mais satisfação nas nossas vidas, não é? Bem-estar, amor-próprio, admiração e motivação, para além de o(a) acalmar e o(a) ajudar na concentração e na canalização de sentimentos, elas estimulam a inteligência e as habilidades socioemocionais.
Ter um hobby, praticar algum exercício físico ou sair com os amigos são hábitos que dão muito mais sentido e vontade de desfrutar os prazeres da vida.

Fuja dos desequilíbrios emocionais
A saúde emocional é tão importante para a mente quanto para o corpo. O excesso de emoções negativas cria um desequilíbrio nos nossos corpos.

Mudanças? Não tenha medo delas
A vida é marcada pela temporalidade e a qualquer momento tudo pode mudar. Então, não tenha medo do que está por vir e permita que o novo entre na sua vida.
No início pode ser um pouco doloroso e desconfortável. Mas pense que quando uma porta se fecha, uma janela se abre e novos horizontes surgem. Seja feliz!

Pratique a tolerância
É difícil, mas não impossível. Somos seres humanos e como tal, reagimos de modos diferentes. A única pessoa que pode mudar é a si mesmo. Então, pratique a tolerância e a aceitação do outro e verá que conseguirá viver de uma forma muito mais tranquila e menos controladora.

Não se isole. Não ganha nada com isso.
Os momentos de solidão são experiências que devem ser vividas dentro dos limites de cada um e é preciso ter maturidade para lidar com eles. Por mais que goste de ficar sozinho, nunca permita que isso ultrapasse a normalidade. A socialização é uma arma para ser utilizada a seu favor. Tenha sempre por perto pessoas que lhe fazem bem, faça novos amigos e distraia-se.

Cultive sonhos e objectivos
Cultivar sonhos e objetivos alimenta a nossa alma, faz-nos ter mais vontade de viver e permite-nos vivenciar uma intensa felicidade. Então, pense no que deseja conquistar, anote as suas metas e estabeleça prazos para cumpri-las. Corra atrás das suas inspirações.

Tudo isto para dizer-lhe que, para atingir uma plena saúde emocional, é preciso mudar o seu mindset e ser mais optimista. Afinal, repito, essa questão está relacionada com a qualidade de vida, o bem-estar e o equilíbrio.

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Como anda a saúde emocional?
Publicidade
Publicidade