Publicidade

Cuide dos seus rins, tendo em atenção estes pontos

Publicidade

Antes de tudo, deve saber que os seus rins nem sempre lhe darão sinal quando estiverem a falhar.

Os rins são responsáveis pela remoção de impurezas do sangue e a produção de urina.

São apenas 150 gramas muito bem distribuídos por 12 centímetros de altura, o que parece pouco, principalmente quando comparado com os pulmões e fígado. Porém, os rins são responsáveis por funções vitais no organismo. E quando esses “pequenos” convalescem, é um problema na certa: a doença renal crónica (DRC) é um mal que não avisa sobre a sua existência, destrói as estruturas renais até chegar ao ponto em que o órgão pára de funcionar.

Saiba como evitar tais eventualidades com as seguintes dicas:

Tenha cuidado com a bebida

Quando ingerido uma vez ou outra, o álcool pode até beneficiar o trabalho dos rins. Os especialistas chegam a recomendar uma ou duas doses bem pequenas. Porém, excessos não farão bem aos pequenos filtros, que sofrem indirectamente.  “Em excesso, o álcool pode causar hipertensão, que vai evoluir até gerar problemas renais. A bebida também causa prejuízos ao fígado, o que, em última instância, vai desembocar num estrago nos rins.”

Desapegue-se do cigarro

A atuação do fumo nos rins é tão prejudicial como em outras partes do corpo. E isso se reflete-se no surgimento de pequenos bloqueios, as placas de gordura, que diminuem o calibre dos tubos por onde circula o sangue. Isso causa problemas de pressão que, por sua vez, levam à DRC. “Os rins são cheios de vasos sanguíneos. O cigarro desencadeia inflamações que prejudicam o órgão”.

Evite a automedicação

O mais correcto é o uso de remédios com a indicação de um especialista na área. Mesmo com simples dores de cabeça, tenha sempre muito cuidado com a automedicação. Evite o uso constante destes analgésicos ou anti-inflamatórios, na hora eles podem trazer a solução para a dor, mas com o tempo quem pode sofrer são os rins.

Tenha uma alimentação equilibrada

Tenha cuidado com o excesso de gordura e opte por ingerir alimentos ricos em vitaminas e fibras, ajudam bastante para a manutenção das funções renais. Quando o indivíduo já sofre com a DRC, o seu menu deve ser analisado pelo médico e por um nutricionista, sendo obrigado a fazer algumas mudanças na sua ementa.  “É importante adoptar uma dieta com menor quantidade de proteína para evitar a sobrecarga renal”.

Mantenha o peso em ordem

Manter-se no peso ideal também é uma regra de ouro para seguir com os rins a 100%. Indivíduos com o índice de massa corporal (IMC) nos parâmetros saudáveis, ficam protegidos dos pés à cabeça e, nesse pacote de benesses, os filtros naturais saem a ganhar. O excesso de peso causa hipertensão e diabetes, mas quando os são hábitos são saudáveis, o risco de sofrer com um problema no rim é bem menor.

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Cuide dos seus rins, tendo em atenção estes pontos
Publicidade
Publicidade