Publicidade

Aprenda a cuidar do seu melasma

Publicidade

O melasma é uma condição que pode atingir muitas mulheres. Este problema, que se caracteriza pelas manchas amarronzadas na pele, muito comum a medida que a idade vai avançando. Em países tropicais, a possibilidade de surgimento do problema torna-se grande devido a factores como o calor e a exposição ao sol. No entanto, mesmo sendo considerado crônico, há um conjunto de formas de controla-lo.

Aprenda a cuidar do seu melasma

Banhos muitos quentes, saunas e até o calor do secador podem contribuir para a evolução do problema. Hoje em dia, os tratamentos estão cada vez mais eficazes. Ainda assim, há diversos erros comuns na hora de tratar o melasma. O mesmo podem podem ser mudados com pequenos hábitos no dia a dia e uma rotina saudável.

Publicidade

Listamos o que fazer para adaptar a sua rotina de skincare e tratar do seu melasma:

1. Usar filtro solar diariamente: O filtro solar é um aliado essencial para o dia a dia, mas para quem tem melasma, ele é o principal arsenal de quem quer combater o problema. A opção ideal são os produtos com cor e com FPS maior que 50, além disso, é necessário sempre reaplicar, de duas a três vezes ao dia.

2. Não expor-se frequentemente ao calor e ao sol: Sol, fontes emissoras de luz visível, como tablet, computador, telemóvel e o próprio calor podem piorar ou desencadear o melasma. Mas, muito além disso, o simples calor, como abrir um forno ligado, já pode estimular o aparecimento das manchas.

3. Não utilizar receitas caseiras para minimizar: O uso de receitas caseiras para o tratamento pode agravar irritar mais a pele e estimular a inflamação na região, o que piora o quadro do melasma e faz aparecer ainda mais manchas.

4. Não se engane, o melasma não tem cura: O melasma não tem cura, ele tem controle, por isso é preciso estar sempre em tratamento. Mesmo que a mancha não esteja aparente, a pessoa precisa se manter vigilante e redobrar os cuidados para que ele não volte, utilizando filtro solar e métodos de barreira.

5. Procure um profissional capacitado para realizar o tratamento: Só um médico capacitado poderá realizar a avaliação e o exame correcto da sua condição. Existem diferentes tipos de melasma, como superficiais, os mais profundos e os mistos.

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Aprenda a cuidar do seu melasma
Publicidade
Publicidade