Publicidade

Os riscos da prática da tatuagem na gestação

Publicidade

Muitos consideram bonito eternizar um momento na pele, porém, segundo especialistas, tatuagens durante a gravidez devem ser evitadas.

Os riscos da prática da tatuagem na gestação

Conheça os riscos desta prática para a mãe e o bebé.

Publicidade

Riscos de contaminação

Segundo os especilistas, quando não esterilizados devidamente, os materiais podem estar infectados e deste modo causar doenças como hepatite C, hepatite B e HIV, que podem ser transmitidas ao bebé, até mesmo durante a amamentação.

Pode impedir a anestesia

Quando feitas nas costas, as tatuagens podem interferir na anestesia em mulheres grávidas, por conterem substâncias que complicam o processo, explica um especialista.

Hiperpigmentação

A pele das mulheres grávidas é frequentemente deformada durante a gravidez, o que pode levar à hiperpigmentação e à consequente deformação da tatuagem, devido a uma quantidade elevada de pigmento na melanina.

Enfraquece o sistema imunitário

O sistema imunitário de uma gestante não é muito eficiente, a área tatuada corre o risco de infectar.

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Os riscos da prática da tatuagem na gestação
Publicidade
Publicidade