Publicidade

Qual a razão por de trás do déjà vu?

Provavelmente já aconteceu com você, estar no meio de uma conversa ou actividade e sentir que já passou por aquilo antes, mesmo sabendo que é impossível. Se isso acontecer é porque está diante de um déjà vu, expressão francesa que quer dizer “já visto”, que consiste na sensação transitória de ter presenciado ou vivido algo completamente idêntico em algum momento anterior.

Qual a razão por de trás do déjà vu?

Déjà vu é uma falsa sensação de familiaridade, O cérebro cria uma sensação de já termos vivido uma determinada situação, mas não conseguimos recuperá-la da memória ou identificar a situação real. 

De acordo com estudiosos, a causa pode estar relacionada a conexões disfuncionais entre as partes do cérebro que desempenham um papel na lembrança da memória e na familiaridade.

Qual a razão por de trás do déjà vu?

Os humanos têm dois lobos temporais, um de cada lado da cabeça, logo acima das têmporas, que desempenham um papel importante em ajudar a: lembrar de palavras e dos lugares onde estivemos; reconhecer pessoas; compreender a linguagem e interpretar as emoções dos outros.

Em cada lobo temporal existe um hipocampo, que contribui para muitas dessas funções e é responsável por armazenar as memórias de curto prazo. Ocasionalmente, como durante certos tipos de convulsões, o hipocampo e o tecido cerebral circundante podem ser activados, desencadeando fenómenos como o déjà vu.

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Qual a razão por de trás do déjà vu?
Publicidade