Publicidade

Sugestão de livro: “Quando Nietzsche Chorou”

Uma história sobre amor, redenção, poder e amizade, do autor americano Irvin D. Yalom, de 89 anos. O livro narra a vida de de Josef Breuer, um dos pais da psicanálise, que está prestes a deparar-se com um grande desafio: tratar o maior filósofo da Europa, Friedrich Nietzsche, que enfrenta uma depressão suicida e é incapaz de encontrar cura para as insuportáveis enxaquecas que o afligem. Mentor de Freud, Breuer entretanto também vive um momento de angústia, obcecado pelas fantasias sexuais que tem com Anna, uma jovem de quem tratou com o seu novo método terapêutico. E no final não é apenas Nietzsche que exorciza os seus fantasmas – Breuer também encontra conforto naquelas sessões e descobre a razão dos seus próprios pesadelos, insónias e obsessões sexuais.

Sugestão de livro: “Quando Nietzsche Chorou”

O encontro desses dois homens extraordinários resulta numa profunda amizade, criada pela imaginação de Irvin D. Yalom, em 1992, renomado psiquiatra e escritor. Usando como pano de fundo a Viena do final do século XIX, Yalom construiu um romance apaixonante, em que realidade e ficção se misturam, assim como literatura, filosofia e psicanálise.

Publicidade

A trama conta também com um filme, para quem gosta “das antigas”. O filme foi lançado em 2007, dirigido por Pinchas Perry.

Sugestão de livro: “Quando Nietzsche Chorou”

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Sugestão de livro: “Quando Nietzsche Chorou”
Publicidade
Publicidade