Publicidade

Uma combinação de arte e design Africano em bolos

Publicidade

A mistura perfeita entre a arte e bolos, uma combinação de prazer para os olhos e paladar de quem tem o prazer de os degustar.

Uma combinação de arte e design Africano em bolos

Nafy Ndiaye é especialista em design de bolos afro-caribenhos, residente em Paris. Com 38 anos e mãe de três filhos, cresceu na cidade de Pablo Picasso em Nanterre.

Publicidade

Apaixonada por culinária e panificação desde a infância, a empresária criou em 2017 a sua marca “Le Kori Doré”, bolos e cupcakes de luxo com padrões afro-caribenhos e sabores exóticos.

Um conceito único, original e inovador que seduz e desperta a atenção de um grande número de clientes. A designer é bastante ambiciosa em relação aos seus sabores, celebrando os produtos e sabores do territorio africano.

Em 2018, Nafy ganhou o prémio Coup de Cœur na Feira de Paris.

Nafy Ndiaye hoje é uma empresária Franco-Senegalesa de Consultoria em gestão de projectos de TI. Arriscou interromper a sua carreira profissional para se dedicar inteiramente à sua paixão: a pastelaria. O que valeu muito a pena pela maneira como o seu negócio se tornou rapidamente um sucesso nas redes sociais, isso deu-lhe uma visibilidade considerável, ao ponto da sua lista de pedidos ter explodido com as vendas de bolos.

A estilista expressa o seu talento através da criação de bolos, decorados com pasta de açúcar, com estampas de tecidos tradicionais Africanos: Kente, Bogolan, Ndop… Um visual encantador, com detalhes precisos e coloridos.

“Atribuo muita importância ao design, mas acima de tudo gosto de surpreender com a qualidade do sabor, descobrindo novos sabores e texturas originais”, afirma.

A empresária elogia as riquezas de uma África generosa, vibrante e autêntica, em oposição à imagem negativa que associada à sua pele. “Eu crio as minhas receitas usando apenas produtos afro-caribenhos para destacar a gastronomia Africana e Caribenha e a arte de viver. Todos os territórios de África estão representados nos produtos Le Kori Doré.

Trabalho com chocolate de Gana e da Tanzânia, baunilha de Madagáscar, cacau puro da Costa do Marfim, café do Quénia e da Etiópia …. Substituí o clássico buttercream por um creme de bissap (hibisco). Eu uso sabores exóticos das Caraíbas como creme de manga / maracujá e coco, goiaba, abacaxi, manga ou ganaches de lima para melhorar os meus preparativos culinários e acima de tudo para mostrar que África tem um sabor bom! ” Uma conquista meticulosa que requer tempo, paciência e precisão.

Os clientes recorrem aos talentos de Nafy Ndiaye para  casamentos 100% personalizados, aniversários, chás de bebé… Um empreendedorismo gourmet de sucesso!

Nafy Ndiaye seguiu uma carreira escolar exemplar: bacharelado, estudos superiores numa Escola de Administração e, em seguida, um Mestrado em Administração de Empresas.

Desde muito cedo sofreu com os preconceitos e representações pejorativas que África frequentemente reflete. Ela diz: “Para muitas pessoas, este continente reduz-se ao sofrimento. Mas África não se trata apenas de guerras, fomes e doenças. África é uma terra de trocas, expressões e partilha; um continente dinâmico, forte na sua diversidade, juventude e diáspora”.

A empresária lamenta a forma como África é ensinada nos currículos escolares, que desenvolvem uma abordagem desvalorizadora, com uma visão única de um continente amaldiçoado. “Nos livros de história, estudamos apenas o tráfico de escravos e a colonização. Gostaria de conhecer o passado de grandes civilizações Africanas como o Império Songhai, o reino do Kongo, o Império do Mali, os tesouros de Timbuktu… Mas tudo isso aprendi muito mais tarde”, lamenta. Um período de ouro para a cultura e a ciência esquecidas.

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Uma combinação de arte e design Africano em bolos
Publicidade
Publicidade