Publicidade

Microsoft Japão testou a implementação de apenas apenas 4 dias de trabalho por semana e produtividade aumentou!

MÉTODO INOVADOR?


A Microsoft Japão testou a implementação de apenas 4 dias de trabalho por semana e produtividade aumentou!
A experiência, chamada “Work Life Choice Challenge”, decorreu durante o mês de Agosto e fez com que a empresa fechasse a porta às quintas, tendo assim apenas 4 dias de trabalho.

Publicidade
Microsoft Japão testou a implementação de apenas apenas 4 dias de trabalho por semana e produtividade aumentou!

Nesse mesmo período a produtividade foi medida em função do lucro, e comparada com o mesmo período do ano passado. Os resultados foram surpreendentes, com a empresa a apontar para um crescimento de 39,9% no número de vendas por funcionário. Segundo a Microsoft, estes resultados devem-se sobretudo a uma redução no tempo gasto em reuniões e um aumento no número de conferências remotas como forma de ‘despachar trabalho’.

Para além dos ganhos a nível da produtividade dos trabalhadores, a empresa garante que há outras mais valias na adopção destas políticas, referindo ter reduzido 23.1% da electricidade utilizada e 58,7% no número de folhas impressas.

Avaliada a experiência, o CEO japonês da Microsoft já pensa em repeti-la; de resto 92,1% dos trabalhadores diz ter gostado destas semanas de trabalho mais compactas. Afinal de contas este é um problema tão real e fustigante naquele país, que até tem direito a uma palavra própria: Karoshi, significa “morto por excesso de trabalho”.


Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Microsoft Japão testou a implementação de apenas apenas 4 dias de trabalho por semana e produtividade aumentou!
Publicidade
Publicidade