Publicidade

Nobel da Paz para África… de novo

Depois de no ano passado terem sido distinguidos o médico congolês Denis Mukwege e a activista yazidi Nadia Murad pelo seu trabalho contra a violência sexual, o Prémio Nobel da Paz de 2019 foi atribuído ao primeiro-ministro da Etiópia Abiy Ahmed. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira. O líder etíope foi laureado devido aos seus esforços para estabelecer a paz e conseguir a cooperação internacional, particularmente com a sua iniciativa de resolver o conflito fronteiriço com a vizinha Eritreia. 

Nobel da Paz para África… de novo
Abiy Ahmed – Primeiro Ministro da Etiópia

Nesta quinta-feira a Academia Sueca atribuiu os Nobel da Literatura de 2018 e 2019. O prémio de 2018 foi para a escritora polaca Olga Tokarczuk pela sua “imaginação narrativa, que com uma paixão enciclopédica representa o cruzamento das fronteiras como uma forma de vida”. Já o Nobel deste ano premiou o Peter Handke pelo seu “trabalho influenciador, que com a ingenuidade linguística explorou a periferia e a especificidade da experiência humana”.

Publicidade

O Nobel da Economia será o último a ser atribuído na próxima segunda feira.

Parabéns a todos os laureados.

Gostarias de escrever para a Chocolate? Aceitamos sempre colaborações com convidados da nossa comunidade e estamos sempre à procura de novos colaboradores. Entra em contacto connosco e vamos discutir as tuas ideias.

Nobel da Paz para África… de novo
Publicidade
Publicidade